detox dos exageros

Esse post Detox dos Exageros é pra você gosta de comer bem, quer ter uma alimentação mais ‘normalzinha’ só que vez ou outra dá aquela ‘jacada’?

Especialmente se você jacou demais nesse carnaval…uma semana intensa de poucas horas de sono, muita bebida (pra quem gosta), correria e agitação a mil e aquela alimentação bem desregulada.

O melhor momento para retomar o estilo de vida e os hábitos saudáveis é AGORA!

E vou te falar a verdade…nesses períodos pós-jacada você não deveria fazer como a maioria, que quando escorrega na alimentação ou no estilo de vida, continua no chão, meio que sem vontade ou sem forças para retomar o rumo.

Eu ouço todos os dias muita gente que sai da linha pensando assim: “Já fiz tudo errado mesmo, não tem mais jeito! De que adianta fazer a coisa certa se sempre tem uma ou outra farra boa?”

NADA DISSO! Não é assim que você deve encarar a vida.

É bem verdade que se em todo momento de comemoração você se lançar sem considerar essas questões…quem sofre é o seu corpo. Eu não to falando de fazer dieta, mas de cuidar do corpo com carinho…afinal, você não vive sem ele.

Bem, essa retomada de rumo é a melhor coisa que você pode fazer desde já.

Eu particularmente acredito muito em explorar a desintoxicação do corpo como mecanismo de limpeza e restabelecimento do equilíbrio do organismo. Para amenizar os efeitos desses exageros, e não é só no carnaval que eles acontecem, eu acredito que os diversos métodos Detox são a melhor estratégia a seguir.

Agora, não se engane achando que para fazer um detox de verdade você pode simplesmente beber um suquinho verde todo dia de manhã, sem se preocupar com todo o restante de comida que você consome ao longo do dia. Detox não é isso!

Os passos que eu acredito serem os ideais para se fazer uma desintoxicação do corpo são os seguintes:

  1. Escolher o método de desintoxicação
  2. Preparar o corpo alguns dias antes
  3. Executar o método de desintoxicação escolhido
  4. Colher os benefícios do detox
  5. Repetir o processo sempre que precisar

Escolha um Método de Desintoxicação para começar

Para começar, eu gosto muito de definir qual método de desintoxicação vou utilizar. Existem alguns tipos como, por exemplo, desintoxicação metabólica, desintoxicação com alimentação, desintoxicação usando jejum, desintoxicação por Sucos Detox.

É importante escolher um método justamente para seguir os procedimentos necessários para a desintoxicação, e cada método possui procedimentos diferentes. O que buscamos em um método Detox é a eliminação de toxinas através da urina, das fezes, do suor e da respiração. Todos esses mecanismos trabalham juntos em um na desintoxicação do corpo.

Resumindo o processo de desintoxicação do corpo, é importante esclarecer que ele ocorre em todas as suas células, mas em especial nos seguintes órgãos:

  • Pele
  • Intestino
  • Placenta (grávidas)
  • Fígado
  • Pulmões
  • Rins

Seu fígado faz Hora Extra todos os dias

Desses órgãos, sabemos que o fígado é o principal deles na desintoxicação do corpo. Ele é o responsável por gerir todo o processo natural de desintoxicação. Por esse motivo, já que desintoxicar é papel precípuo do fígado, muita gente acredita que métodos detox são desnecessários, pois o fígado faz isso naturalmente.

Só que não é bem assim! Quando seu corpo está infestado até a tampa de toxinas, o fígado deixa de exercer suas funções ‘corriqueiras’ para poder trabalhar em regime de ‘hora extra’. Ele tem que trabalhar mais do que o normal para poder manter você vivo. Com o excesso de toxinas correndo nas veias, o fígado tem que trabalhar duro para poder elimina-las.

Já se colocou no lugar do seu fígado? Já pensou você trabalhando desse jeito? Pense na sobrecarga que é trabalhar a todo vapor, todos os dias, para jogar pra fora tudo de ruim que você colocou pra dentro! É muita sobrecarga!

Entenda que se o seu fígado parar de funcionar, no primeiro refrigerante você morre! Entendeu? (…e não é porque seu fígado tá funcionando que você deve beber refrigerante… :-P)

Todas as toxinas que ingerimos todos os dias afetam constantemente as membranas das células e isso prejudica o funcionamento de todos os sistemas que compõem nosso corpo. É aí que surgem as diversas inflamações, alergias, desarranjos intestinais, desbalanceamento hormonal, e por aí vai. A consequência disso tudo desregulado é o aumento de chances de desenvolver doenças crônicas, degenerativas e extremamente graves, como obesidade, cânceres (em seus mais diversos tipos), doenças autoimunes e tipos de demência.

Doenças hereditárias e a intoxicação do corpo

E se você ainda acredita que todas essas doenças são hereditárias, não se engane mais. Desde os resultados do Projeto Genoma, no início dos anos 2000, comprovou-se o contrário. O aparecimento dessas doenças ditas hereditárias e incuráveis tem apenas 20% de chance de ocorrer por causa da carga genética associada a elas. Os outros 80% são fatores ambientais.

Isso significa que os seus hábitos e o seu estilo de vida contribuem muito mais para o aparecimento (ou não) dessas doenças do que a sua carga genética.

Mesmo sabendo disso, muita gente insiste em afirmar assim: “Ah, meu avô teve câncer de pâncreas, meu pai teve câncer de pâncreas…eu com certeza vou ter câncer de pâncreas…É hereditário!”

Bem, depois dos resultados do Projeto Genoma, eu prefiro olhar isso sob um outro aspecto. Normalmente os filhos seguem o estilo de vida e os hábitos dos pais por uns bons anos. Se seu avô mandou pra você a carga genética do ‘câncer de pâncreas’ isso significa que você tem em torno de 20% de chance de ter essa doença manifestada.

Agora, se além dessa chance genética, você repetir os mesmo hábitos alimentares e de estilo de vida do seu avô e do seu pai, aí você tá pedindo acontecer com você.

Entendeu essa lógica?

Preparando seu corpo para o Detox

Bem, por isso tudo é que eu acredito muito no poder do detox quando bem conduzido e executado. Para isso, depois de escolher qual método vai usar no seu detox, reduza o consumo de alimentos potencialmente alergênicos. Isso porque alergias, em resumo, são algo nocivo ao organismo e que prejudicam nosso potencial metabólico.

Além dos alergênicos, você deve diminuir os industrializados de uma forma geral. Isso porque além de engordarem, possuem alta concentração de ingredientes intoxicantes, viciantes e nocivos ao corpo.

“Tá, Tiago, mas isso tudo é muito bonito! Só que preciso de algo prático. Você não tem uma lista pra indicar o que especificamente eu devo tirar do meu dia a dia para começar esse processo de desintoxicação?”

Opa, tenho sim! Aqui vai…

  • Alimentos refinados
  • Todo tipo de corante
  • Refrigerantes
  • Enlatados
  • Gorduras trans
  • Alimentos processados (todos os tipos)
  • Conservantes
  • Soja (exceto os fermentados)
  • Adoçantes
  • Farinhas
  • Sal refinado
  • Aditivos alimentares
  • Açúcares
  • Leite animal
  • Glúten
  • Álcool

Essa é uma boa lista pra começar. Reduzir esses alimentos por alguns dias (se for possível eliminar é o melhor dos mundos) é um excelente primeiro passo. Isso vai potencializar os efeitos do seu Método Detox escolhido.

Outro caminho seria descobrir se você tem hipersensibilidade ou alergias alimentares a algum desses itens, e eliminar somente os que te fazem mal. Para isso, existem exames clínicos disponíveis. Minha opinião: mesmo com essa possibilidade de eliminar da vida apenas o que o exame apontar, o melhor mesmo (e mais prático) é eliminar da sua alimentação todos esses itens de uma só vez durante esse período de preparação.

Associado a essa lista de exclusões, existem alguns alimentos e algumas atitudes que você pode colocar no lugar durante o mesmo período:

  • Chá verde
  • Couve
  • Brócolis
  • Repolho roxo
  • Rúcula
  • Agrião
  • Gengibre
  • Cúrcuma
  • Limão
  • Couve flor
  • Mostarda
  • Alho
  • Maçã
  • Morango
  • Cebola
  • Pratique exercícios aeróbicos (estímulo a suar)
  • Beba bastante água
  • Prefira sempre alimentos orgânicos

Esses são alguns exemplos dos seus aliados durante essa preparação inicial do seu Detox.

Essa preparação, alguns dias antes de se executar o método detox escolhido, vai preparar seu organismo para sentir menos efeitos adversos, como, por exemplo, dores de cabeça por abstinência de alguns ingredientes.

Executando o Método Detox escolhido

Depois disso, faça o detox seguindo o método que você escolher. Após o processo de desintoxicação os benefícios são incrivelmente transformadores. Eu falo bastante sobre os benefícios do Detox de Sucos nesse post aqui. Se você escolher esse método, leia o post que está muito esclarecedor.

Ah, e é bom ficar claro que o Detox ajuda a emagrecer SIM. Só que isso é consequência dos efeitos da desintoxicação. Um Detox bem feito vai limpar seu organismo por dentro, e isso faz com que você funcione melhor. Cabeça, coração, rins, fígado, intestinos!!! Tudo vai funcionar melhor e a todo vapor. Isso, em resumo, é o mesmo que dizer que seu metabolismo vai acelerar. Você vai ter um corpo mais ativo internamente.

No final, a balança, a autoestima, o guarda-roupa e a saúde agradecem! 😉

Um grande abraço!
Tiago

Ps.: se quiser baixar meu livro de 20 Sucos Detox para acelerar o metabolismo, preencha seu e-mail em https://detoxnapratica.com/

O que você achou desse artigo?